Imagem de destaque sobre Confira 4 regras para uso da piscina do condomínio

Confira 4 regras para uso da piscina do condomínio

Morar em condomínio pode ser uma ótima alternativa para a maioria da população devido a vários fatores, principalmente o fato de possuir uma estrutura completa e privada para lazer e exercícios. Mas,  você sabe quais são as regras para uso da piscina do condomínio, de modo a aproveitá-la ao máximo com total segurança?

Ao contrário do que muitos acreditam, o estabelecimento destas normas é importante para que todos os moradores convivam em harmonia e possam se divertir, curtir o sol e se refrescar, sem nenhum tipo de preocupação.

E para que você de fato conheça as regras para uso da piscina, de modo a permitir que toda a sua família usufrua do espaço com total tranquilidade é que este post foi desenvolvido, listando e explicando as principais normas a serem seguidas nos condomínios. Confira!

A importância da definição das regras para uso da piscina

As regras para uso da piscina devem ser definidas pelo próprio condomínio, o qual tem por obrigação desenvolver um regulamento e aprová-lo junto aos condôminos por meio de votação em assembleia.

Dessa forma, cada um dos participantes terão o direito de contribuir com sua opinião sobre tudo o que ficar decidido. Porém, é preciso ter em mente que a responsabilidade pela fiscalização do cumprimento de todas as regras estabelecidas no regimento interno do condomínio é do síndico.

Veja a seguir 4 principais regras para uso da piscina do condomínio.

1 - Evite o som alto e  brincadeiras que possam machucar outros banhistas

De modo a promover uma boa convivência nas áreas comuns do condomínio, como a da piscina, é muito importante respeitar os demais banhistas e não colocar caixas de som ou aparelhos celulares/tablets com volumes altos, afinal seu gosto musical pode não ser o mesmo que o dos demais presentes.

Além disso, é fundamental educar as crianças para que acidentes não aconteçam. Assim, verifique se elas estão correndo nas bordas da piscina, se estão praticando brincadeiras violentas ou ainda se costumam saltar próximas a outros banhistas.

Caso veja seus filhos fazendo algo desse tipo, procure corrigi-los evitando que seus vizinhos se machuquem e não consigam aproveitar o melhor do que o espaço de lazer tem a oferecer.

2 - Respeite as regras sobre uso da piscina por visitantes

Durante a formulação do regulamento do condomínio, o síndico deve decidir junto aos condôminos sobre a possibilidade de permitir ou não o uso da piscina por visitantes.

Para que não aconteçam conflitos ou insatisfações, é possível determinar um dia específico para que os visitantes também possam aproveitar o local com os moradores, mas tudo vai depender das legislações internas de cada condomínio.

3 -  Não leve seus de animais de estimação para a área da piscina

O espaço da piscina do condomínio não foi projetado para receber pets, pois eles podem se envolver em acidentes, machucando a si mesmo ou os moradores que estejam aproveitando essa área de lazer.

Sem contar que algumas pessoas podem se sentir incomodadas com a presença dos pets, tendo com isso sua diversão e relaxamento prejudicados, afinal não são todos que se sentem à vontade com cães e gatos na área da piscina.

4 - Respeite as regras sobre consumo de bebidas e alimentos no espaço da piscina

Por fim, estabelecer regras para o consumo de bebidas e alimentos na área das piscinas é muito importante, afinal determinados itens podem fazer com que a piscina fique suja com maior facilidade.

E isso faz com que o condomínio precise investir mais tempo e custos com manutenção e limpeza, para que o local fique totalmente higienizado.

Além disso, garrafas de vidro ou latas de alumínio podem fazer com que acidentes aconteçam. Portanto, é melhor evitar que esses e outros objetos sejam levados ao local.

Construtora Oliva oferece muitas opções de condomínio com piscina

Os empreendimentos Design Morro do Espelho e o Residencial Spalding em São Leopoldo da Oliva contam com piscina nas áreas de lazer.

Se você está procurando por empreendimentos que lhe ofereçam esse diferencial, a Oliva pode te ajudar. Estamos constantemente buscando o que é melhor para você!

A empresa atua com construção civil desde 1940 e possui possui a Certificação PBQP-H - Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat, que é um instrumento do Governo Federal cuja meta é organizar setor da construção civil em torno de duas questões principais: a melhoria da qualidade do habitat e a modernização produtiva.

Você pode conferir todos os empreendimentos e opções de apartamentos na planta em nosso site ou entrar em contato conosco para saber mais!